A ética em nosso dia-a-dia

Heloisa Ferreira da Costa

Os pensamentos levam o espírito a agir sobre a matéria

Quando se fala em ética, logo se pensa em ética profissional, política, mas a verdade é que a ética faz parte do nosso dia-a-dia, está em todos os momentos do nosso viver. Ética deriva do grego Ethos, significa modo de ser, caráter, comportamento; é o ramo da filosofia que busca estudar e indicar o melhor modo de viver no cotidiano e na sociedade. A ética é uma característica inerente a toda ação humana, e por esta razão é um elemento vital na produção da realidade social.

O Racionalismo Cristão é uma filosofia que trabalha a ética em todos os procedimentos e vai além porque mostra ao indivíduo o que todos deveriam fazer. Ter ética não é proceder bem para mostrar à sociedade que se é bom; ser ético é ser transparente, é agir corretamente quando ninguém está vendo, é impor-se limites na busca das ambições.

Pensando dessa forma, vamos analisar a ética interior, porque são os pensamentos que realmente definem o ser como espírito agindo sobre a matéria, que deve ser submissa a este, e não o contrário, como temos visto em tantas histórias que permeiam o cotidiano.

Historicamente a ideia de ética surgiu na antiga Grécia, por volta de 500 a 300 a.C., através das observações de Sócrates e seus discípulos. São de Sócrates as seguintes palavras: "Uma coisa posso afirmar e provar com palavras e atos: nos tornamos melhores se cremos que é nosso dever seguir em busca da verdade desconhecida."
O essencial para nossa felicidade é nossa condição íntima e dela temos que ser senhores, usando de prudência e sabedoria, ordenando nossos pensamentos, treinando a temperança para termos serenidade e, assim, alcançar o autodomínio.

O ser humano tem que basear seu viver no sentir e na razão, vivendo racionalmente, porque o maior bem é uma vida virtuosa, e a maior virtude é a inteligência. O exercício das virtudes tem como fim último a felicidade (a vida boa) e para atingir este estado de felicidade é preciso:

1. Agir de forma que as atitudes resultem no maior benefício para todos;
2. Não devem ser considerados bem materiais, mas sim espirituais no fazer o bem. Assim podemos resumir que atitude ética é uma atitude de amor pela humanidade.

Vamos, então, colocar alguns exemplos de ética no nosso cotidiano, principalmente importantes pela filosofia inerente ao povo brasileiro de querer levar vantagem em tudo:

1. Um bom negócio só é bom se o for para as duas partes;
2. Interromper uma fila, de banco ou qualquer outra, é um delito;
3. Ensinar às crianças que "colar" em provas é normal é errado;
4. Apoderar-se de valores que não lhe pertencem é desonestidade;
5. Trair a confiança de amigos, namorados, cônjuges, pais, colegas de trabalho é ser ruim para si mesmo e para o semelhante;
6. Perceber erro em uma conta ou um troco e se calar diante de uma vantagem é tão errado quanto subtrair os pertences de outrem; tudo que vem fácil, vai fácil.

Quanta tristeza estará à espera de espíritos que esperam ser perdoados em suas mazelas, quando atingirem o momento de deixar a matéria e seguir ao encontro do “destino” que definiram para si. Será também esse mesmo indivíduo que, orientado pelas Forças Superiores, definirá os sofrimentos que terá que encarar para reparar seus erros passados.

Ser bom é importante para cada um individualmente e é o próprio espírito que carregará as consequências de suas más opções.

Por tudo isso que acabamos de analisar podemos colocar o Racionalismo Cristão no rol das filosofias mais importantes para o desenvolvimento do espírito humano, ensinando a dominar a parte material e a alcançar o mais rapidamente possível a sua evolução, evitando sofrimentos materiais e morais. Através desses princípios assumimos a responsabilidade da própria existência e assim, com uma conduta ética, estaremos no caminho certo para a perfeição espiritual.

Ter noção de ética e moral é o princípio básico para se estabelecerem todas as relações humanas.


(A autora é Militante da Filial Marília, SP)

Página principal | Arquivo